Nova classificação do Inmetro - Daikin já atende aos novos critérios

Nova classificação do Inmetro - Daikin já atende aos novos critérios

Critérios para ar condicionado

Cada aparelho passa por um conjunto de testes supervisionados pelo Inmetro com o objetivo de garantir que o ar condicionado é seguro e eficiente. Quanto maior for a sua eficiência energética, mais próximo à letra A será o selo daquele produto. A escala vai de A a F, sendo que F é o que representa o maior gasto de energia.

Entre as novidades, ganham destaque os mais rigorosos critérios para se classificar como Selo A algum ar-condicionado. Para receber o Selo A, é preciso ter índice de eficiência energética de 5,5. Antes, era apenas 3,23. Isso porque a metodologia de cálculo da eficiência energética agora leva em consideração o método de carga parcial e métrica sazonal. 

Antes, os aparelhos convencionais e aqueles com tecnologia Inverter eram testados da mesma forma e classificados com igual critério. Isso fazia com que existissem aparelhos tradicionais categorizados como Selo A, mesmo quando o Inverter comprovadamente economiza muito mais energia.

Novas etiquetas

nova-classificacao-inmetro-daikin-etiquetas

  1. Tipo de fluido refrigerante usado no aparelho. Há fluidos mais ou menos poluentes.
  2. Duas novas categorias de classificação foram inseridas (E e F).
  3. Consumo de energia anual: Quanto menor o número, mais eficiente o aparelho. Mas lembre-se: o consumo de uma etiqueta nova com o de uma etiqueta antiga não deve ser comparado, já que são bases de cálculo diferentes.
  4. Índice de eficiência "IDRS": Quanto maior o número, mais eficiente o aparelho.
  5. Direciona o consumidor para a base de produtos registrados no INMETRO.

Produtos Daikin

Mesmo antes dessa mudança a Daikin já oferecia ao mercado produtos com alta tecnologia e eficiência. Comparado ao critério antigo, os equipamentos Daikin não só possuem um índice classe A como superam também o índice mínimo estabelecido para o novo critério, que é de 5,5.

Os produtos da Daikin com tecnologia inverter se enquadram em diferentes níveis de eficiência, a depender da linha, mas todos com Índice de Desempenho de Resfriamento Sazonal (IDRS) superiores a 6,0. O novo Split EcoSwing Smart R-32 oferece sustentabilidade e controle através de smartphone, compatível com assistentes de voz Google e Alexa. Além do design clean e moderno, conta com a nova geração de compressores com fluido refrigerante R-32 e possui classificação A já nos novos critérios estabelecidos pelo INMETRO.

As linhas Split Hi Wall Advance (Só Frio e Quente/Frio) possuem IDRS de 6,20; e a linha Split Hi Wall Exclusive com IDRS na faixa de 6,70. Já o Split Hi Wall 32.000 BTU/h, o primeiro do Brasil a utilizar o fluido refrigerante R32, apresenta IDRS de 7,50. Seria um produto Classe ‘A’, mesmo quando os critérios ficarem mais rígidos, o que deve acontecer a partir de 2026.

Gostou de saber um pouco mais sobre essa mudança? Confira todos os aparelhos Daikin em nossa loja virtual. Para mais informações e dicas como essa acompanhe nossas redes sociais: Facebook e Instagram.